sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Dicas & Substituições


Foto:matthewgioiosi
Sour Cream:
[1.]
2 colheres de sopa de leite desnatado
1 colher de sopa de suco de limão
1 xícara de queijo cottage low fat
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata em velocidade média até ficar bem cremoso.
[2.]
2 xícaras de creme de leite fresco
5 colheres de chá de buttermilk [*leite azedo ou coalho]
Misture tudo numa jarra e misture vigorosamente. Deixe em temperatura ambiente por 24 horas. Guarde na geladeira e deixe descansar por mais 24 horas antes de usar. Essa receita é bem parecida com uma de crème fraîche que eu vi na revista Martha Stewart Living. Então deve ficar um tipo de sour cream mais "rich".
[3.]
Essa receita de sour cream é de um livro da Cordon Bleu:
Misture 1 colher de sopa de suco de limão em 250 ml de creme de leite integral numa tigela de vidro. Deixe a mistura descansar na temperatura ambiente por 10-30 minutos até engrossar. Cubra a tigela e deixe na geladeira até ficar pronto para ser usado. [*dica da Patricia Scarpin]
[4.]
Uma ótima substituição para sour cream é: se colocar iogurte natural (não o desnatado) num paninho e deixar escorrer todo o líquido. [*dica da Valentina]
[5.]
Excelente explicação detalhada sobre o Sour Cream - Creme de leite azedo, com dicas de substituição e receita, publicada pela Ana Elisa.

Cornmeal:
[1.]
Moer Farinha de Milho em flocos no liquidificador ou processador, até ela ficar com uma consistência de farinha de polenta.
[2.]
Usar produtos brasileiros como Milharina, Polentina ou Kipolenta. [*dica da Cris]

Buttermilk:
[1.]
Como fazer buttermilk (sour milk): para cada copo de leite adicionar uma colher (sopa) de vinagre ou suco de limao. Deixar descansar por 10 minutos antes de utilizar. [*dica da Ana]
[2.]
Para buttermilk : uma xícara se coloca uma colher de sopa de suco de limao e se completa o restante com leite fresco. Reserva-se por uns 3 minutos. [*dica da Valentina]
[3.]
Excelente explicação detalhada sobre o Buttermilk, com dicas de substituição e receita, publicada pela Ana Elisa.

Creme Fraiche:
[1.]
Para fazer o creme fraiche caseiro: misture 1 1/2 xícara de creme de leite fresco com 1/2 xícara de low-fat buttermilk, coloque numa jarra ou vasilha com tampa. Chacoalhe bem e deixe descansar em temperatura ambiente por uma noite. Refrigere por no mínimo 24 horas antes de usar. A mistura vai ficar na textura perfeita em 4 ou 5 dias. Faça o creme fraiche antecipadamente, se pretender usá-lo numa receita.
[2.]
Excelente explicação detalhada sobre o Creme Fraiche, com dicas de substituição e receita, publicado pela Ana Elisa.

Foto do Blog: As minhas Receitas
Iogurte Grego:
Se a receita pede iogurte grego e você não acha essa variedade pra comprar, a receita para fazê-lo em casa é facílima: use um iogurte integral natural de boa qualidade. Num guardanapo de pano, ou paninho de queijo forrando uma peneira, deixe o iogurte escorrendo durante uma noite, dentro da geladeira. Ele vai drenar um monte de liquido, que pode ser usado como ingrediente, e o iogurte vai ficar bem denso e cremoso, bem similar ao iogurte grego.

O Butterscotch é basicamente um molho de caramelo com sabor de brandy ou whiskey
Butterscotch sauce:
[1]
3/4 xícaras de açúcar mascavo
1/2 xícara de Karo light [light corn syrup]
2 colheres de sopa de manteiga
1/2 xícara de creme de leite fresco
1 colher de chá de baunilha
Misture o açúcar mascavo com o Karo e a manteiga numa panela pequena. Deixe ferver em fogo médio, mexendo constantemente. Ferva por 1 minuto e remova do fogo. Coloque o creme de leite e a baunilha imediatamente. Mexa bem, deixe esfriar e refrigere.
[2]

1 xícara [8 ounces, 250 gr] de açúcar
1/2 xícara de creme de leite fresco
30 gr de manteiga
2 colheres de sopa de xarope de Maple [Maple syrup]
Misture o açúcar, creme, manteiga e o xarope numa panela e ferva em fogo médio, mexendo sempre. Deixe esfriar antes de usar.
Obs: Fonte: Materia retirada do Blog Chucrute com Salsicha (Dicionário e Dicas)

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

QUINOA


PROPRIEDADES NUTRICIONAIS

A quinoa foi escolhida pela Nasa por ser uma ótima fonte de proteínas de

alto valor biológico e fornecer todos os aminoácidos essenciais necessários para a

formação de enzimas e de massa muscular e para todo o funcionamento orgânico.

Os aminoácidos essenciais não são produzidos pelo organismo humano e, por

isso, é preciso buscá-los na comida. As principais fontes são os alimentos de

origem animal. 'Como tem uma quantidade muito grande de proteínas e todos os

aminoácidos essenciais, além de ser rica em ferro e zinco, a quinoa é de especial

interesse para o vegetariano. Aquinoa ainda fornece magnésio, potássio,

manganês, vitaminas B1, B2, B3, D e E. Para completar, é um alimento rico em

fibras também bastante calórico 100 gramas correspondem a 450 calorias.

O amaranto possui grande potencial nutritivo. A semente possui cerca de

15% de proteínas, que tem uma qualidade biológica comparável à do leite e

superior a de outros vegetais, como a soja e o feijão. O amaranto também é rico

em fibras e pode ser utilizado como fonte de zinco, fósforo e cálcio, elemento

pouco encontrado em vegetais. Experiências realizadas com coelhos de

laboratório na FSP, que tiveram seu colesterol aumentado por uma dieta,

demonstraram a capacidade do amaranto em reduzir os níveis plasmáticos de

colesterol. O amaranto é um arbusto que pode atingir até 2 metros de altura, com

folhas grandes e panículas (tufos semelhantes às espigas) que concentram as

sementes. "As folhas podem ser cozidas como a couve". Para a produção de

farinha, é necessário extrair das sementes o óleo, que tem altos níveis de ácidos

graxos insaturados e também poderia ser usado na alimentação.

INDICAÇÕES:

Não há restrições para o consumo daquinoa e amaranto, mas o público-

alvo são os portadores de doença celíaca (intolerância a alimentos à base de trigo,

centeio, cevada e aveia), já que ela é totalmente isenta de glúten e ainda possui

outras características como proteína de qualidade, em quantidade superior à dos

cereais; amido com grânulos pequenos, que facilitam a produção de alimentos

congelados; fração de gorduras que auxiliam na redução do colesterol; vitaminas

(em especial a E) e minerais, como o cálcio, o magnésio, o manganês e o ferro em

quantidades que superam com vantagem os cereais. Assim, eles estarão

incorporando opções para diversificar os alimentos e aumentando as chances de

levar uma vida normal. Certamente, os que sofrem dessa enfermidade genética

passarão, ao longo do tempo, a perceber os demais benefícios de seu uso. Os

atletas devem ingeri-la antes e depois das provas, pois a quinoacontém ômega 3

e ômega 6, auxiliares no armazenamento de glicogênio nos músculos; as

crianças, como alternativa ao leite de vaca; e os idosos, porque se trata de um

alimento rico em lisina, aminoácido que ajuda a fortalecer a imunidade e amelhorar a memória.

 
Related Posts with Thumbnails