segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sinusite

O que às vezes faz com que você sinta que aquele resfriado do inverno nunca passa, 
pode ser, na verdade, alergia.

Sinusite é uma inflamação dos seios paranasais, geralmente associada a um processo infeccioso.
Os seios paranasais são formados por um grupo de cavidades aeradas que se abrem dentro do nariz e se desenvolvem nos ossos da face.
As causas mais comuns que podem desencadear a sinusite são: a gripe, alergia, desvio do septo nasal e más condições climáticas. Mas existem várias maneiras de prevenir a sinusite. O primeiro passo é fazer de tudo para garantir uma boa função nasal, provocando uma drenagem adequada das cavidades. As medidas profiláticas em relação às alergias também contribuem na prevenção.
Esta patologia pode se dividir em quatro tipos:
1. Infecciosa: a sinusite neste caso tem características de dor na região dos seios da face, seguida de obstrução nasal, secreção purulenta e febre.
2. Alérgica: apresenta dor nos ossos da face, ocasionalmente febre e vem com todos os sintomas comuns da alergia, coriza clara e abundante, obstrução nasal e crises de espirros.
3. Traumática: causada por diferença de pressão. Por exemplo, durante viagens de avião ou mergulho. Suas características são a dor maxilar e pouca obstrução nasal.
4. Crônica: neste caso a drenagem do muco fica definitivamente comprometida, e a mucosa fica espessa e fibrosa.

Bom vamos falar mais sobre Alergia e Sinusite com o Dr. Silva.

Dr. Silva explica que isso se deve tanto ao pólen quanto à mudança de temperatura. Na verdade, um é ligado ao outro. Quando ocorre muita mudança de temperatura, as plantas soltam mais pólen no ar, o que irrita as vias respiratórias. Por isso a primavera e o outono são os meses que mais causam alergias.
Caso ainda não esteja sentindo os sintomas, seguir recomendações, algumas simples outras mais trabalhosas, pode ajudá-lo a manter-se “allergy free”. Dr. Silva explica que depois que a temperatura se estabiliza, o corpo se adapta e não apresenta reação, motivo pelo qual os índices de alergia
diminuem no verão, quando as chuvas lavam todo o pólen no ar.

Mas até lá, siga algumas dicas:

۞ Tire a poeira do quarto;
۞ Não deixe animais de estimação onde as pessoas dormem;
۞ Mantenha a janela fechada durante as épocas de mudança de temperatura, tanto de casa quanto do carro;
۞ O ar condicionado faz com que o ar circule e se purifique. Mude o filtro de 3 em 3 meses;
۞ Pingar água salgada no nariz ajuda a descongestionar as vias respiratórias;
۞ Faça exercícios, pois aumenta a imunidade;
۞ Tome vitaminas do complexo B, pois ajudam a prevenir;
۞ Tome muita água.

Dr. Silva aconselha que se os sintomas como os de asma, rinite, sinusite, ou dor de cabeça, de garganta, catarro – com mais excesso ao deitar –, olho ardendo e nariz escorrendo, persistirem por mais de uma semana, procure um médico. “A sinusite pode ser perigosa, em casos mais graves, quando acompanhada de febre e cheiro ruim do nariz”, diz.

Como tratar
Remédios e sprays nasais das prateleiras das farmácias podem ajudar algumas pessoas, quando o caso não for grave. Dr. Silva indica que remédios para esses sintomas que contenham “D”, como Mucinex D são descongestionastes e mais efetivos contra problemas relacionados a alergias.
Materia do Jornal Gazeta Brazilian News - Marisa Arruda Barbosa
Silva’s Medial Center, em Pompano Beach,Fl

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

QUINOA


PROPRIEDADES NUTRICIONAIS

A quinoa foi escolhida pela Nasa por ser uma ótima fonte de proteínas de

alto valor biológico e fornecer todos os aminoácidos essenciais necessários para a

formação de enzimas e de massa muscular e para todo o funcionamento orgânico.

Os aminoácidos essenciais não são produzidos pelo organismo humano e, por

isso, é preciso buscá-los na comida. As principais fontes são os alimentos de

origem animal. 'Como tem uma quantidade muito grande de proteínas e todos os

aminoácidos essenciais, além de ser rica em ferro e zinco, a quinoa é de especial

interesse para o vegetariano. Aquinoa ainda fornece magnésio, potássio,

manganês, vitaminas B1, B2, B3, D e E. Para completar, é um alimento rico em

fibras também bastante calórico 100 gramas correspondem a 450 calorias.

O amaranto possui grande potencial nutritivo. A semente possui cerca de

15% de proteínas, que tem uma qualidade biológica comparável à do leite e

superior a de outros vegetais, como a soja e o feijão. O amaranto também é rico

em fibras e pode ser utilizado como fonte de zinco, fósforo e cálcio, elemento

pouco encontrado em vegetais. Experiências realizadas com coelhos de

laboratório na FSP, que tiveram seu colesterol aumentado por uma dieta,

demonstraram a capacidade do amaranto em reduzir os níveis plasmáticos de

colesterol. O amaranto é um arbusto que pode atingir até 2 metros de altura, com

folhas grandes e panículas (tufos semelhantes às espigas) que concentram as

sementes. "As folhas podem ser cozidas como a couve". Para a produção de

farinha, é necessário extrair das sementes o óleo, que tem altos níveis de ácidos

graxos insaturados e também poderia ser usado na alimentação.

INDICAÇÕES:

Não há restrições para o consumo daquinoa e amaranto, mas o público-

alvo são os portadores de doença celíaca (intolerância a alimentos à base de trigo,

centeio, cevada e aveia), já que ela é totalmente isenta de glúten e ainda possui

outras características como proteína de qualidade, em quantidade superior à dos

cereais; amido com grânulos pequenos, que facilitam a produção de alimentos

congelados; fração de gorduras que auxiliam na redução do colesterol; vitaminas

(em especial a E) e minerais, como o cálcio, o magnésio, o manganês e o ferro em

quantidades que superam com vantagem os cereais. Assim, eles estarão

incorporando opções para diversificar os alimentos e aumentando as chances de

levar uma vida normal. Certamente, os que sofrem dessa enfermidade genética

passarão, ao longo do tempo, a perceber os demais benefícios de seu uso. Os

atletas devem ingeri-la antes e depois das provas, pois a quinoacontém ômega 3

e ômega 6, auxiliares no armazenamento de glicogênio nos músculos; as

crianças, como alternativa ao leite de vaca; e os idosos, porque se trata de um

alimento rico em lisina, aminoácido que ajuda a fortalecer a imunidade e amelhorar a memória.

 
Related Posts with Thumbnails